Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

Painel H&C
Revista H&C - Edição 112

Cosmecêuticos – eficácia e inovação

SEXTA-FEIRA, 8 DE MARÇO DE 2019

Os cosmecêuticos ou dermocos­méticos também são produtos procurados com relevância pelo consumidor brasileiro. Fornecedo­res e distribuidores de matérias­-primas atuam fortemente nesse mercado, oferecendo novidades e possibilidades aos fabricantes de produtos finais.

Karina Teixeira, gerente de marke­ting Lubrizol, esclarece que a nova geração de produtos cosméticos – os cosmecêuticos ou dermo­cosméticos – representa a junção de cosméticos e farmacêuticos onde uma poderosa combinação de ingredientes ativos ajuda re­almente a melhorar a condição e saúde da pele do consumidor. “Esses produtos vieram para dar uma nova cara ao mercado e têm funções bem objetivas, como proteção solar, hidratação, ação anti-idade, correção de manchas e uniformidade da pele, acne e cuidados para peles sensíveis, en­tre outros, respeitando as normas regulatórias do segmento cosmé­tico”, diz.

De olho nesse mercado, em 2018 a Lubrizol lançou uma campanha específica para dermocosméticos, abordando conceitos como an­timanchas e acne, cuidados pré e pós procedimentos cirúrgicos e peles sensíveis, ressaltando os ativos do portfólio Lipotec, e os diferentes e delicados sensoriais provenientes do uso de nossos in­gredientes funcionais.

Os ativos e ingredientes funcionais da Lubrizol podem ser usados nas mais diferentes fórmulas dermo­cosméticas, desde um simples gel para tratamento estético da pele até formulações mais complexas e robustas, como a de um protetor solar com alto FPS, ou maquiagens com apelo de tratamento.

Entre os produtos apresentados ao mercado brasileiro há menos de um ano, a executiva destaca Fense­biome peptide, um heptapeptídeo que fortalece a pele urbana vulne­rável, promovendo o equilíbrio da microbiota, da diversidade e do aumento de bactérias benéficas. O ativo ajuda a reforçar a função de barreira física e microbiana da pele e previne a desidratação.

Outro destaque é Lumicease blue ingredient, obtido por biotecno­logia a partir de um microrganis­mo resistente à radiação que ativa os fotosensores epidérmicos, as opsinas, e prepara, protege e re­para a pele dos danos provocados pela luz solar e azul artificial, aju­dando a minimizar os principais sinais de envelhecimento digital e fotoenvelhecimento. Trata-se de uma inovação, que segundo a empresa diminui em 11,7% no número de manchas marrons, sugerindo um efeito reparador e redução de 21,5% e 13,2% no volume de rugas.

“Vale citar ainda o Argireline pepti­de, ativo pioneiro em ação antirru­gas. É um hexapeptídeo composto pelos aminoácidos ácido glutâmi­co, metionina e arginina. Possui ação dermorelax e modula a ten­são facial, ou seja, relaxa os mús­culos responsáveis pela formação das linhas de expressão, reduzindo as rugas e estimulando a síntese de fibroblastos, retardando o envelhe­cimento cutâneo”, diz Karina.

A gerente destaca ainda que o Bra­sil é o quinto maior mercado mun­dial para dermocosméticos e um dos maiores também para procedi­mentos clínicos estéticos. “Setenta e quatro por cento dos consumi­dores de produtos dermocosméti­cos no país possuem idades entre 20 e 49 anos”, afirma.

“Temos muito espaço para traba­lhar nesse nicho, que é buscado não só pelos consumidores mais maduros, mas também pelos jo­vens, pela percepção de que os consumidores brasileiros se sen­tem mais seguros em comprar produtos que sejam indicados por especialistas e pela busca por pro­dutos com benefícios, como pro­teção solar, hidratação, anti-idade e correção de manchas. Apelos como desidratação, antiacne e peles sensíveis também são comu­mente buscados”, explica.

Ação profunda – A Focus Quími­ca representa com exclusividade a linha da DSM no Brasil que conta com ativos biotecnológicos com ação profunda na derme e epi­derme, com foco em tratamentos faciais, para benefícios diversos, como: redução de rugas, aumen­to da elasticidade e firmeza da pele, efeito lifting, clareadores, antioxidantes, proteção contra poluição e outros benefícios que complementam os tratamentos dermocosméticos.

O último lançamento da linha Bio­actives foi o ativo Bel-Even, uma pequena molécula sintética pa­tenteada que ajuda a neutralizar os efeitos prejudiciais do estresse sobre a pele. In vitro, esse produto inibe reversível e seletivamente a enzima-chave 11β-HSD1 nos que­ratinócitos e também nos fibro­blastos, que gera cortisol na pele, reequilibrando seu nível.

“Reduz visivelmente os sinais de um estilo de vida estressan­te e melhora a elasticidade e densidade da pele, bem como a funcionalidade de barreira da pele. Após 12 semanas em uma aplicação a 1% de Bel-Even na pele, a elasticidade significante­mente melhora em 15,7% sobre o resultado do placebo”, ressal­ta Amanda Omodei, diretora de marketing técnico da Focus.

Essa nova abordagem da inibição do hormônio do estresse é inova­dora, diz Amanda, onde os bene­fícios observados em 12 semanas de tratamento são aparentes na redução das rugas e melhora signi­ficativa na aparência da pele.

Inovação – Inovação em dermo­cosméticos são ingredientes que orientem a pele a sintetizar os principais produtos de renovação celular, rejuvenescimento e fir­meza da pele, como o colágeno, elastina, ácido hialurônico e ou­tros marcadores que desempe­nhem função detox, por exemplo, ou de promoção de energia celu­lar, explica Amanda.

Uma inovação no portfólio da DSM, cita a diretora, é a linha Syn-Peptides, que corresponde aos peptídeos sintéticos desen­volvidos por meio do processo Rational Design, “que consiste em várias etapas que se iniciam com a identificação de possíveis mecanismos dos processos de en­velhecimento na pele, que envol­vem genes, enzimas e proteínas as quais, se inibidas, estimuladas ou mimetizadas, podem ter impacto na qualidade da pele”.

Amanda diz que grande tecnologia é usada para o desenvolvimento da linha de peptídeos. Através de análise computacional, identifica­-se a estrutura da proteína ou en­zima que se deseja ter acesso para o ativo desempenhar sua função (inibição, ativação, mimetização de estruturas), garantindo que a ativi­dade do peptídeo seja direcionada especificamente no alvo.

“Um exemplo para essa tecnolo­gia é o Syn-Hycan, um tripéptido patenteado que ajuda a comba­ter a flacidez da pele, aumen­tando o conteúdo de ácido hia­lurônico na pele. Este tripeptídeo também aumenta a expressão de decorina e lumicana, dois impor­tantes proteoglicanos que supor­tam a formação de novas fibras de colágeno, aumentando sua qualidade e força com um efeito visivelmente remodelado. O Syn­-Hycan aumenta a produção de ácido hialurônico, com benefícios comprovados em várias zonas da pele, levando a uma pele mais firme e completa em semanas”, finaliza Amanda.

Mais sobre esta Edição
Parceiros H&C
  • ABC
  • Abipla
  • Abre
  • ABT
  • Anvisa
  • FCE Cosmetique
  • FtechSM
  • iCosmetologia
  • AACD
Rua Rio da Prata, 164 - Brooklin - São Paulo - SP - Brasil - CEP: 04571-210

Ftech Soluções em Internet